Estamos preparando um novo site, enquanto isso, leia mais sobre a nova marca.

Indicadores da Inovação no Brasil

Dados sobre o desempenho nacional em CT&I confirma o cenário de lenta melhoria

Compartilhe:


Como mensurar a inovação de um país? Já publicamos outras analises sobre o que torna uma empresa inovadora e a importância de conceitos e indicadores para as empresas. Há alguns indicadores chaves que um país deve acompanhar, juntamente com a definição de metas e planos de ação para tornar-se mais inovador.

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC, em outubro de 2018, publicou material completo denominado Indicadores Nacionais de Ciência, Tecnologia e Inovação – Edição 2018, apresentando diversos indicadores em relação ao desempenho brasileiro em CT&I, abrangendo as seguintes categorias: recursos aplicados; recursos humanos, bolsas de formação, produção científica; patentes; inovação; comparações internacionais; dados socioeconômicos, indicadores estaduais de CT&I, e publicações.

Estes indicadores refletem a situação atual de CT&I no Brasil, e demonstram o quanto o país ainda deve evoluir para figurar como uma nação referência, e consequentemente conseguir atrair mais investimentos e melhorar seu desempenho não apenas econômico, mas também educacional, financeiro e social.

Já sabemos o caminho das pedras: alcançar estabilidade econômica, política e tributária ajuda a impulsionar a inovação no país. A ABGI acredita que deve haver dois movimentos convergentes, o aumento do investimento por parte do governo, criando mecanismos de apoio financeiros, além da criação de um ambiente favorável para o desenvolvimento dos negócios e parcerias, de forma a compartilhar com o setor privado os riscos inerentes aos projetos de inovação. Assim como, o aumento do investimento empresarial em atividades de P&D buscando lançar novos e/ou melhores produtos e serviços com substancial impacto econômico para a empresa e para o país.

E como estão os investimentos em PD&I na sua empresa? Como as empresas poderiam realizar ações coordenadas?

A seguir, apresentamos 7 indicadores que consideramos de alta relevância para avaliamos o desempenho nacional em CT&I.


O Setor de Calçados e Confecção e a Indústria 4.0 2

Comentários

2 comentários em “Indicadores da Inovação no Brasil”

  1. CARLOS R DOS SANTOS disse:

    Recentemente tive oportunidade de conhecer a Lei do Bem. Não se pode negar a intenção do Governo em criar incentivos para PD&I, porém esta Lei limitou sobremodo a sua aplicação às empresas de grande e médio porte, notadamente as que tem o lucro real como seu sistema fiscal. As microempresas e as empresas de pequeno porte, desde que não tenham o lucro real como o seu sistema fiscal, podem ter uma participação porém limitada e restrita às ações das grandes e médias empresas. Apesar de ser uma Lei de 2005, estima-se que somente 1% das empresas brasileiras a aplicam. A indagação. Seria esse o caminho mais adequado para a inovação e pesquisa e desenvolvimento de inovação tecnológica no Brasil?

    1. ABGI Brasil disse:

      Olá Carlos, seu comentário é muito pertinente. Há algum tempo, o Governo já estuda formas de ampliar a Lei do Bem porém é uma discussão delicada, seria necessário criar um novo mecanismo de apuração para as pequenas empresas optantes pelo lucro presumido ou simples. Acompanhamos e participamos das principais entidades como ANPEI e MEI da CNI, e esperamos que a discussão avance mais rápido para ampliar o apoio a inovação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ir para o topo

Contato

Tem alguma dúvida? Estamos aqui para ajudar!

Entre em contato