Estamos preparando um novo site, enquanto isso, leia mais sobre a nova marca.

Pouco acesso ao fomento: Causa ou Efeito?

Avaliação da Pintec, feita pela equipe da Inventta+bgi/ABGI, aponta que os mecanismos de fomento são ineficientes para incentivar a inovação no Brasil

Compartilhe:


Ao longo dos anos o Brasil vem criando diversos mecanismos de fomento para incentivar a inovação. Porém, pouco se sabe quanto à eficiência destes em relação aos seus objetivos. Afinal, os mecanismos de fomento criados pelo governo são realmente capazes de alavancar os investimentos em inovação tecnológica?

Esse é um dos questionamentos levantados no artigo Um olhar da Inventta – A eficiência dos mecanismos de fomento à Inovação no Brasil, produzido pelos especialistas em recursos para inovação da Inventta+bgi/ABGI. O estudo foi feito a partir da análise dos dados da Pesquisa de Inovação Tecnológica (Pintec) do IBGE, que traz informações sobre PD&I referentes ao triênio 2006-2008.

Boa parte das empresas que investem em inovação dependem de recursos internos, o que nos leva a crer que os mecanismos de fomento não estão sendo eficazes”. – afirma Maria Carolina Rocha, especialista em inovação da Inventta+bgi/ABGI

 

“Nossa avaliação aponta que boa parte das empresas que investem em inovação ainda dependem de recursos internos, o que nos leva a crer que os mecanismos de fomento, incluindo a Lei do Bem e outras fontes de financiamento, não estão sendo eficazes em seus propósitos”, explica Maria Carolina.

Com a conclusão do trabalho, a expectativa é desdobrar o artigo em um novo estudo, que irá tentar identificar os motivos pelos quais os mecanismos de fomento estão sendo ineficientes. Para isso, a ideia é utilizar como uma das bases de análise a comparação da política de investimento em inovação no Brasil com a do cenário externo.

Baixe o artigo em PDF.


Comentários

Ir para o topo

Contato

Tem alguma dúvida? Estamos aqui para ajudar!

Entre em contato