Estamos preparando um novo site, enquanto isso, leia mais sobre a nova marca.

As 20 empresas mais inovadoras do Brasil

Prêmio Best Innovator foi realizado pela consultoria A.T. Kearney em parceria com a Época Negócios. Número 1 do país é a 3M

Compartilhe:


A consultoria A.T. Kearney contou com a ajuda da Época Negócios para estabelecer o ranking de 2017 do prêmio Best Innovator Brasil, que seleciona as 20 empresas mais inovadoras do mercado brasileiro. A pesquisa avaliou as estratégias de criação de produtos, serviços e modelos de negócio e selecionou o seguinte ranking:

1º) 3M
Com o slogan “Ciência aplicada à vida”, a 3M do Brasil é líder no ranking pela terceira vez. A empresa produz itens que atendem uma variedade de necessidades dos clientes, como o Post-it e o Durex. A empresa lidera o ranking por fomentar projetos completos para gerenciamento de marcas, que vão desde a comunicação gráfica até a homologação de fornecedores e propostas sustentáveis.

2º) DuPont
Criadora do Centro de Inovação Brasil (CIB), a DuPont tem mais de 200 anos de existência e introduziu inúmeras tecnologias que atendem setores como agricultura, nutrição, eletrônicos, comunicações, e transporte. Dentre os 91 projetos apresentados, destaca-se a demanda dos produtores de melão do Rio Grande do Norte. A companhia desenvolveu uma embalagem de polietileno que, quando colocada na fruta em seu estágio de crescimento, protege a casca dos raios UV, o que evita o apodrecimento pela exposição ao sol.

3º) BASF
A BASF tem como objetivo transformar materiais químicos em adaptações sustentáveis, pensando na responsabilidade social e proteção ambiental. Além disso, a BASF é uma das maiores instituições do ramo da agricultura e visa entregar melhorias para o setor — seu maior investimento na foi na América do Sul, com o valor de R$500 milhões, na produção de polímeros absorventes utilizados na fabricação de fraldas.

4º) DOW
A DOW trabalha com produtos nas áreas do agronegócio, embalagens e consumo. Há cinco anos a instituição se autodenomina de inovação aberta, ou seja, convida cientistas a participarem de seus projetos de pesquisa. Para valorizar ainda mais este conceito, também realizou, em 2015, uma feira com 30 Startups.

5º) AES Brasil
A AES Brasil é dona de geradoras e distribuidoras de energia, como a Eletropaulo. Para controlar os problemas no funcionamento de turbinas na geração de energia elétrica, a empresa inovou ao trocar o processo manual de estender um cabo de aço de uma margem a outra do reservatório por um drone-barco.

6º) White Martins
A White Martins, que atua no mercado de gases industriais e medicinais, foi além do seu mercado: criou o óculos inteligente Smart Glasses, que faz o mapeamento de determinada área por meio de áudio e a descreve para deficientes visuais.

7º) Eletronorte
O trabalho da Eletronorte é inserir linhas de transmissão em estradas. No entanto, 40% delas estão sobre áreas alagadas, o que dificulta o serviço. Por isso, a empresa investiu em dirigíveis com capacidade de transporte de carga de 3 a 30 toneladas. A ideia, inédita do mundo, já conquistou mais de 30 patentes e conta com o apoio da Nasa, da Força Aérea Americana e dos profissionais do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA).

8º) Algar Telecom
A operadora Algar Telecom apostou nos meios digitais para resolver qualquer complicação dos clientes. Assim, é possível mudar o pacote, comprar canais, encerrar a conta ou adquirir novos serviços pelo Facebook, site, aplicativo, Twitter e WhatsApp. Segundo a instituição, as reclamações diminuíram 46%.

9º) Whirlpool
A Whirlpool, fabricante dos eletrodomésticas da marca Brastemp e Consul, estimula os próprios funcionários a criarem soluções que se transformem em oportunidades de negócio. O objetivo é sempre produzir algo quando a instituição tem algum evento importante, trazendo novos produtos ao mercado.

10º) Embraco
A Embraco, fabricante de motores para geladeiras e freezers, usa seus funcionários para exporem as suas experiências com as mercadorias. São relatos reais e úteis, que criaram, por exemplo, um motor que não usa óleo e possui 50% de matéria-prima a menos que o convencional.

11º) Eurofarma
A Eurofarma comprou ações da americana Melina, em parceria com a coreana Dong-A. Com isso, seus funcionários atuam diretamente na elaboração de medicamentos, o que gera conhecimento para lançar produtos cada vez melhores e mais eficientes.

12º) Weg
A Weg fabrica máquinas e equipamentos elétricos e se diferencia por investir em pesquisa e desenvolvimento. O foco é muito estudo, pois a empresa afirma que cerca de 50% do faturamento vem de novas linhas. Um bom exemplo são os aerogeradores (ventiladores gigantes) produzidos somente pela companhia no Brasil.

13º) L’Oreál
A francesa L’Oreál agora investe em óleos de sementes de Murumuru, Pracaxi e Cupuaçu. Além disso, a franquia brasileira ainda foca em vendas diretas em salões de beleza de comunidades do Rio de Janeiro. A ideia é levar a iniciativa para outras cidades — a próxima será São Paulo.

14º) Tecnisa
A Tecnisa é uma construtora que alterou a maneira de vender apartamentos ao utilizar drones que sobrevoam os locais e filmam ângulos que geralmente o cliente não consegue ver por catálogos ou fotos. A empresa também aposta no Construct App para gerenciar seus projetos e equipes — com mais sincronia e agilidade, a construtora conseguiu otimizar em cinco horas os seus processos semanais de trabalho.

15º) Cielo
A Cielo é uma das principais marcas de máquinas de recebimento de cartões de crédito e débito no Brasil. Com o crescimento do negócio, a empresa criou o Índice Cielo de Varejo Ampliado (ICVA) e o Cielo Setorial, análises mensais e por atividade das vendas do comércio. Atualmente, ela também oferece um plano de fidelidade para pequenos e médios comerciantes, que já conta com 400 mil participantes e é o maior do gênero da América Latina.

16º) Braskem
A petroquímica Braskem se destaca por desenvolver um sistema inteligente que monitora novas tecnologias de 120 produtos, 900 instituições de pesquisa e empresas do setor, combinando informações científicas e do mercado.

17°) CPFL
O Grupo CPFL de Energia acredita nas ideias dos funcionários e as transformam em realidade. Um eletricista da companhia chega a abrir e fechar uma escada extensível e pesada cerca de 30 vezes por dia. O próprio colaborador criou um sistema de tração que faz com que a escada se estenda ou encolha somente com uma puxada. A ideia deu tão certo que a nova escada está sendo utilizada em outras cidades que a instituição atende.

18º) Amil
O seguro de saúde, Amil, construiu uma cidade médica, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, com dois hospitais que contam com 494 leitos, 252 consultórios e 16 salas de cirurgia.

19º) Fleury
Os laboratórios Fleury, ssabendo que a chikungunya estava crescendo na África, desenvolveu um exame para detectar a doença. Quando ela realmente chegou ao Brasil, o teste já estava à disposição da população.

20º) Vale
Entre 2014 e 2015, a Vale diminuiu o custo de produção por tonelada de minério de ferro no porte. E assim se construiu a cultura de redução de gastos: os funcionários sugeriram trocas de equipamentos por mais baratos, o que gerou uma economia de R$ 10 milhões por ano.


Posts Relacionados


Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ir para o topo

Contato

Tem alguma dúvida? Estamos aqui para ajudar!

Entre em contato