Estamos preparando um novo site, enquanto isso, leia mais sobre a nova marca.

Estímulo 2020 oferece R$ 100 milhões em crédito a pequenos empresários mineiros

A ideia é fornecer capital de giro no valor equivalente a um mês de faturamento das empresas.

Compartilhe:


Criado em São Paulo para apoiar micro e pequenas empresas afetadas pela pandemia do coronavírus, o Estímulo 2020 chegou a Minas Gerais com uma oferta de crédito de R$ 100 milhões para empresários mineiros prejudicados pela crise. O montante foi possível com o apoio de grandes companhias, que doaram R$ 20 milhões, e da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), que alavancou e multiplicou esse recurso em cinco vezes, por meio do SicoobCredifiemg. A expectativa é que mais de 1.000 empreendedores mineiros sejam beneficiados.

“Vamos sair de R$ 20 milhões para R$ 100 milhões de crédito a baixas taxas para o micro e pequeno empresário. Tenho certeza de que isso vai resgatar milhares de empresários que estão em situação difícil, não só os que vão receber o crédito. Há um efeito multiplicador: aquele que, provavelmente, iria entrar em inadimplência, ao receber o empréstimo, paga o que não tinha condição de pagar, e isso ajuda indiretamente outras empresas”, afirma o presidente da Fiemg, Flávio Roscoe.

Podem solicitar as linhas de crédito empresários com faturamento anual de R$ 360 mil a R$ 2 milhões, considerando a receita bruta antes da crise, de qualquer região de Minas Gerais. O cadastro é online.

A ideia é fornecer capital de giro no valor equivalente a um mês de faturamento das empresas, em duas parcelas: a primeira na data da aprovação do crédito, e a segunda, depois de 60 dias. Cada parcela terá 90 dias de carência e juros de aproximadamente 7% ao ano. O pagamento poderá ser feito em até 15 vezes.

O Estímulo 2020 foi lançado na região metropolitana de São Paulo, onde o projeto recebeu uma demanda de crédito de R$ 7 bilhões, enquanto o montante disponibilizado foi de R$ 20 de milhões. Dos 8.751 pedidos processados, 253 empresários de 14 setores foram atendidos.

Em Minas Gerais, a intenção inicial era ofertar R$ 10 milhões, mas o valor foi maior do que o esperado. “Se chegássemos à metade (do recurso de São Paulo), estaríamos felizes. O que aconteceu foi uma superação total e absoluta dessas expectativas. Tivemos uma adesão maciça de empresas, pessoas físicas e entidades filantrópicas. 

Fonte: https://www.otempo.com.br/economia/estimulo-2020-oferece-r-100-milhoes-em-credito-a-pequenos-empresarios-mineiros-1.2347998


Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ir para o topo

Contato

Tem alguma dúvida? Estamos aqui para ajudar!

Entre em contato