Estamos preparando um novo site, enquanto isso, leia mais sobre a nova marca.

Títulos verdes: Novas oportunidades de recursos financeiros

O que são os títulos verdes e como utilizá-los para alavancar a inovação?

Compartilhe:


A sustentabilidade vem ganhando um espaço crescente e importante nas decisões corporativas. As organizações que investem neste tema possuem melhor visibilidade e aceitação pelos clientes, colaboradores e sociedade, tendo um diferencial competitivo.

Hoje em dia existem várias maneiras de investimento em sustentabilidade, sendo elas: utilização de energias renováveis, contratação de fornecedores que são sustentáveis, logística reversa e outras. Além dessas opções, o mercado de capitais tem se mostrado uma importante ferramenta para o financiamento de projetos socioambientais/sustentáveis.

O mercado de capitais promove o acesso a diferentes fontes de captação de recursos, uma delas é a emissões de títulos de dívidas, modalidade de maior acesso a financiamento externo, e por isso, é frequentemente utilizada no meio corporativo.

O título de dívida tradicional pode ser considerado um instrumento de renda fixa, na qual o emissor do título capta um valor fixo de recursos financeiros de investidores durante um período previamente definido. Para restituir o capital ao investidor ocorre a remuneração por meio do pagamento de juros ao longo do período.

Mas afinal, o que são os Green Bonds?

O Green Bonds ou títulos verdes, são parecidos com os títulos de dívida tradicionais, mas com a diferença essencial de que só podem ser usados para financiar investimentos considerados sustentáveis – como infraestrutura de energia limpa e renovável, transporte verde e projetos capazes de reduzir emissões e o consumo de água, energia e matérias-primas.

Abaixo podemos identificar as principias características e diferenças entre os títulos tradicionais e os títulos verdes.

https://capitalaberto.com.br/secoes/explicando/emissao-de-green-bonds/

O processo para a emissão de Título Verde, funciona da seguinte forma:

Os títulos verdes são considerados um meio e não um fim. A compra dos títulos verdes pode impulsionar novos projetos dentro das organizações, gerar mais empregos, gerar novas tecnologias e ajuda na preservação do meio ambiente.

Segundo reportagem da Valor Econômico, escrito por Flávia Furlan “o Brasil emitiu entre 2016 e 2019 um volume de US$ 5 bilhões em “green bonds””. Apesar de ser um valor significativo, é possível esperar um crescimento ainda maior nos próximos anos.

“Até onde se tem dados, apenas o Brasil representa 41% das emissões de títulos verdes da América Latina feitas até hoje. O crescimento dos green bonds é esperado no continente como um todo pela necessidade de investimentos em infraestrutura e expectativa de crescimento”, avalia Luciana Nicola, superintendente de sustentabilidade e negócios inclusivos do Itaú-Unibanco.

Para conhecer um pouco mais sobre os Green Bonds, acesse o ebook preparado pela equipe da ABGI.

A ABGI é um consultoria multinacional especializada em Gestão Estratégica dos Recursos Financeiros, Processos e Ferramentas para Inovação e Projetos de Impacto. Podemos apoiar a sua empresa desde o desenho da abordagem dos Projetos Verdes, até a preparação de dossiê interno para comprovação do investimentos realizados. Conheça o nosso framework de trabalho.

 


Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ir para o topo

Contato

Tem alguma dúvida? Estamos aqui para ajudar!

Entre em contato