Estamos preparando um novo site, enquanto isso, leia mais sobre a nova marca.

BNDES FINAME possui novo regulamento para o credenciamento

Já está em vigor a nova metodologia de credenciamento de máquinas, equipamentos, sistemas industriais e componentes

Compartilhe:


O BNDES aprovou, em outubro de 2017, a nova metodologia de credenciamento que passa a vigorar em 03.12.2018, substituindo os critérios de índice de Nacionalização de Valor e Peso. Também estão previstas regras de transição para os credenciamentos já solicitados.

Essa nova metodologia de credenciamento foi concebida em uma visão de longo prazo e, portanto, leva em consideração a importância para o desenvolvimento de fatores como: a complexidade econômica, a diversificação do parque industrial, a forma de inserção nas cadeias globais de valor e a qualificação da mão de obra.

Para isso, o Índice de Credenciamento (IC) será a soma de dois componentes, i) o Índice de Estrutura do Produto (IEP) e ii) os Qualificadores (Q).

Os qualificadores presentes na nova metodologia de Credenciamento do BNDES Finame são:

  • i. Conteúdo tecnológico do produto: participação de componentes de alta intensidade tecnológica no total de componentes utilizados para a manufatura do item a ser credenciado;
  • ii. Inovação: relação entre gastos com inovação ou P&D e faturamento;
  • iii. Exportação (Inserção externa): participação da receita com exportação com relação ao faturamento total;
  • iv. Valor Adicionado: evolução da relação entre o Valor Adicionado pelo fabricante sobre o total de empregados que visa evidenciar a riqueza produzida por empregado;
  • v. Mão de obra: participação de mão de obra técnica qualificada no total da mão de obra.

Acesse o novo regulamento na íntegra.

E acesse a página do programa: https://www.bndes.gov.br/wps/portal/site/home/financiamento/finame

livro

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ir para o topo

Contato

Tem alguma dúvida? Estamos aqui para ajudar!

Entre em contato