Estamos preparando um novo site, enquanto isso, leia mais sobre a nova marca.

Tecnologia da Informação e Comunicação: o setor do futuro

Recursos para um dos setores que mais cresce no país

Compartilhe:


Um importante fator para criação de ecossistemas de inovação é a interação entre todos seus atores, principalmente a aproximação da academia com um mercado, com objetivo de  desenvolver melhores soluções para os problemas e necessidades da sociedade. Sabe-se que o desenvolvimento de um projeto demanda algum tipo de conhecimento. Nesse sentido, as inovações têm um papel importante, porque são derivadas da aquisição de novos conhecimentos ou de conhecimentos pré-existentes aplicados de formas diferentes.

O potencial disruptivo das atuais ondas de inovação tecnológica relacionadas às Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), trouxeram mudanças em diversos setores e âmbitos. Com isso, em outubro de 2016, David Cearley, vice-presidente da Gartner, apresentou as dez principais tendências estratégicas para a área de TI para o próximo ano, conforme a figura ao lado.

O executivo dividiu essas tendências em três grandes grupos: “tecnologias que levarão inteligência a todas as partes, como inteligência artificial (AI) e aprendizado de máquina; tecnologias que promoverão a interconexão do mundo digital com o mundo real; e as plataformas e serviços necessários para entregar toda essa inovação para os usuários finais.”

(Clique na imagem para ampliar)

Buscar as soluções de problemas e necessidades, estar alinhado às tendências tecnológicas e desenvolver inovações, envolve incorrer em grandes riscos e incertezas. Contudo, os instrumentos financeiros de apoio à inovação chegam para gerar um ambiente favorável ao desenvolvimento de novas pesquisas.

Recursos financeiros

Na área de TIC destacam-se dois mecanismos de apoio indireto à inovação tecnológica: a Lei do Bem e a Lei de Informática. Com relação ao apoio direto, também existem instrumentos com linhas específicas para captação de recursos nesse setor. Leia aqui sobre “Os 24 anos da Lei de Informática”.

Com relação à Lei do Bem, vale ressaltar o crescimento do setor de software em 2014, que passou de 98 empresas habilitadas, em 2013, para 141, de acordo com dados do MCTIC. Na Lei de Informática, o número de empresas participantes saiu de 489 em 2013 para 510 em 2014.

Portanto, diante dessas oportunidades, do aumento da participação do setor, do contexto de constante evolução de TIC, a Inventta+bgi/ABGI busca sempre aproximar-se dos eventos do setor para se inteirar sobre os resultados de pesquisas e do desenvolvimento de projetos no contexto da indústria e da academia.

4 oportunidades e desafios que a tecnologia traz para as grandes empresas 1

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ir para o topo

Contato

Tem alguma dúvida? Estamos aqui para ajudar!

Entre em contato