Estamos preparando um novo site, enquanto isso, leia mais sobre a nova marca.

Rota 2030: Conhecendo os resultados do Pilar 3- Embrapii

Coordenadora do Programa Prioritário “P&D para Mobilidade e Logística”.

Compartilhe:


Dando continuidade à série de artigos sobre os resultados alcançados no Pilar 3 do Programa Rota 2030 – Regime Tributário de Autopeças não Produzidas, mais conhecido como RANP – que concede a isenção do imposto de importação para partes, peças, componentes, conjuntos e subconjuntos, acabados e semiacabados, e pneumáticos, novos, sem capacidade de produção nacional equivalente. Em contrapartida, a empresa deverá investir em projeto de PD&I em parcerias.

Hoje vou compartilhar os resultados apresentados pela EMBRAPII – Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial, coordenadora do Programa Prioritário “P&D para Mobilidade e Logística”.

Como podemos perceber há um montante representativo de recursos disponíveis a serem acessados pelas empresas.

Veja a apresentação do Programa Prioritário pela Marcela Mazzoni, gestora responsável pelo Rota 2030 na EMBRAPII:

“O objetivo do programa da EMBRAPII é atender à demanda da empresa, a qualquer momento, sempre que ela precisar. Toda empresa que compõe o setor ou que queira inovar para o setor automotivo pode procurar uma Unidade EMBRAPII (UE) para desenvolver seu projeto. Os recursos já estão à disposição para transformar seu problema em inovação. O desenvolvimento começa com o desenho do projeto até a entrega da solução acordada. A definição dos valores e da propriedade intelectual é acordada entre as partes (empresa e UE) e não precisa de aprovação para começar a execução.

Essa agilidade e facilidade estão refletidos nos números do programa EMBRAPII. O apoio permite que alguns projetos já tenham sido concluídos nesse período, resultando em um pedido de propriedade intelectual. Além disso, mais da metade do valor dos projetos (54,4%) que serão produtos ou processos de empresas foi apoiado com recursos aportados por EMBRAPII (37%) e pelas Unidades EMBRAPII (17,6%). Outra vantagem foi que esses projetos contaram com conhecimento técnico de ponta e acompanhamento na execução para garantir que o melhor resultado fosse alcançado.

Por isso 46 empresas já criaram ou melhoraram seus produtos e processos com o modelo EMBRAPII no Rota 2030. E sua empresa pode inovar também. São 72 Unidades trabalhando em diversas aplicações tecnológicas e com empresas de todo o país. Procure a UE relacionada ao seu problema e comece a inovar”. 

Espero que tenha gostado e em breve compartilharei os resultados alcançados pela FINEP e SENAI no Pilar 3 do Rota 2030.


Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ir para o topo

Contato

Tem alguma dúvida? Estamos aqui para ajudar!

Entre em contato